terça-feira, 22 de janeiro de 2008

E pronto..

E pronto ano novo..vida nova..amor novo..

sábado, 24 de novembro de 2007

Charlie Chaplin

“Já perdoei erros quase imperdoáveis, tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis. Já fiz coisas por impulso, já me decepcionei com pessoas quando nunca me pensei decepcionar, mas também já decepcionei alguém. Ja abracei para proteger, já dei uma gargalhada quando não podia, fiz amigos eternos, amei e fui amado mas também já fui rejeitado, fui amado e não amei. Já gritei e saltei de felicidade, já vivi o amor e fiz juras eternas, "decepcionei-me" muitas vezes! Já chorei a ouvir musica e a ver fotos, já liguei só para ouvir uma voz, apaixonei-me por um sorriso, já pensei que fosse morrer de saudades e tive medo de perder alguém especial (e acabei por perder). Mas vivi! E ainda vivo! Não passos pela vida e tu também não devias passar! Vive!! O que e mesmo bom e ir a luta com determinação, abraçar vida e viver com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida e muito para ser insignificante!"

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

sexta-feira, 19 de outubro de 2007

O MELHOR DIA DE TODOS

nao da para descrever o que é vivido no meio de 6 mil aluviões a gitarem e a serem batizados...
foi sem duvida um dos melhores momentos da minha vida..e nunca esquecerei que fui e sou aluna da UNIVERSIDADE DE AVEIRO..

uma palavra: LINDO




















video

sábado, 6 de outubro de 2007

brutal




Foi brutal o jantar de caloiro do ESAN deste ano...


Ja escolhi o meu padrinho, sempre foi a minha 1 opção mas nao sei porque achava que ele nao queria ser meu padrinho, mas durante o jantar chegamos a conclusão que pronto tanto ele como eu tavamos livres,lol


foi tambem a minha primeira bubadeira em terras de Oliveira, e digamos que foi brutal. O meu amigo e caro veterano Duarte, bem deixei-o escolher as minhas bebidas e olha no que deu, pois eram cerca das 3 da manha e eu ainda tava na casa de banho a chamar um tal de "grego" bem fiquei toda lixada mesmo, a minha garganta ainda esta a recuperar, mas foi brutal..lindo mesmo...e se a vida de estudante nao tem estas coisas entao de que é feita?enfim vou continuando para aqui a decomentar as minhas noites..uiiiiiiii


domingo, 23 de setembro de 2007

1º noite

bem nao sei como sera a 1 noite ca, mas ja da para sentir um arrepio por tar soxinha, nao tenho nada para fazer.
bem digamosque estou como sempre quiz.
mas amanha começa tudo novo na minha vida, estou com medo e o meu pirolito nao vai tar comigo e tenho que aguentar a ate terça para o voltara ver..ai ai..
bem amanha conto o 1 dia de praxes, sim porque amanha é a doer.

sábado, 15 de setembro de 2007

ACABOU

Tavam la todos!
Incrivel, a empresa toda se reuniu num almoço so porque uma funcionaria se ia embora, nunca aconteceu!
Bem talvez porque nenhum outro funcionario saiu dali sem problemas com a entidade patronal!
Foram 6 anos ali e nas instalações mais antigas, foram dias de stresse, de nervos, e ate de frustação, foram dias de discuções e de zangas, mas foram tambem dias de reconhecimento pelo trabalho feito.
"Sei que é o que tu queres, e eu tenho que deixar que vas viver isso, vai te fazer bem sair de casa dos pais", foi assim que o meu patrao disse, acho que nunca o disse a ninguem mas ele foi um 2º pai para mim. Eu cresci ali, eu sei tudo o que sei porque aprendi ali, ele formou me..
Mas como tudo tem um fim, ate a propria vida, acabou e vou seguir em frente, recebi presentes e principalmete recebi gratidão pelos 6 anos que dediquei aquela empresa, eu vi-a crescer e ate ajudei a construi-la.
Hoje olho para tras e agradeço pela oportunidade que tive e que agarrei..
ainda me lembro foi num dia de inverno e chovia muito,e era so para fazer umas horas e aos pouco foi ganhando lugar ali dentro e sei que a minha saida causa algumas alteraçoes complicadas.

Mas a partie de segunda vou em busca de outras aventuras...

domingo, 9 de setembro de 2007

Eu e você
Não é assim tão complicado
Não é difícil perceber
Quem de nós dois
Vai dizer que é impossível
O amor acontecer
Se eu disser que já nem sinto nada
Que a estrada sem você é mais segura
Eu sei você vai rir da minha cara
Eu já conheço o teu sorriso, leio teu olhar
Teu sorriso é só disfarce
E eu já nem preciso
Sinto dizer
Que amo mesmo, tá ruim pra disfarçar
Entre nós dois
Não cabe mais nenhum segredo
Além do que já combinamos
No vão das coisas que a gente disse
Não cabe mais sermos somente amigos
quando eu falo que eu já nem quero
A frase fica pelo avesso
Meio na contra-mão
quando finjo que esqueço
Eu não esqueci nada
cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
te perder de vista assim é ruim demais
é por isso que atravesso o teu futuro
faço das lembranças um lugar seguro
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida
Eu procurei qualquer desculpa pra não te encarar
Pra não dizer de novo e sempre a mesma coisa
Falar só por falar
Que eu já não tô nem aí pra essa conversa
Que a história de nós dois não me interessa
Se eu tento esconder meias verdades
Você conhece o meu sorriso
Leu no meu olhar
Meu sorriso é só disfarce
Por que eu já nem preciso
E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais...












Ora esta musica, acho que posso dizer que é a nossa musica, porque mesmo sem nos queremos ela ate conta a nossa historia..
Seremos sempre assim..

quarta-feira, 5 de setembro de 2007

será o fim..

Podes nunca vir a ler isto, ou ate podes ler, mas ja nao me vai importar!
Há sentimentos que nascem sem nos querermos, ha pessoas que cohecemos sem saber bem como, mas ha pessoas que nunca esquecemos!
Sei que não queriamos nada disto, sei que apenas era pra nos cruzarmos e cada qual seguir em frente, mas também sei que não está as nossas mão decidir isso.
Aprendi a respeitar, a conhecer, a admirar a pessoa maravilhosa que és, e tenho que dize-lo porque é verdade.
Já conheci muitas gajas, ja fiz muita merda, mas nunca em nunca imaginei que podesse encotar alguem como tu! O teu jeito de menina-mulher, de inocente, o teu sorriso lindo, que ja conheço que vou guardar como o meu bem mais precioso. Acho que está na hora de me retirar, esta na hora de eu te deixar ser feliz, peço desculpa se fui posseciva, peço desculpa se fui ciumenta,sem razão, peço desculpa por nao te saber dar apenas o que querias e ter te tendado dar mais! Agora que estou a poucos dias da minha vida mudar, agora vou pra longe, ainda mais longe, e vou viver tudo aquilo pelo que lutei.
Vou finalmente viver sozinha, por muito medo que isso me possa dar,vou chegar a casa as horas que quiser, sem ninguem pra me receber, vou beber para esquecer, vou fazer tudo tudo pra nao pensar!
Mas sei, e tenho consciencia que nao vou conseguir te esquecer, sei que estas em mim, sei que por muitos anos que eu viva tu estas aqui, porque tu e poucas mais que tu, conhecem me, ate me entreguei, a ti jurei cuidar e por ti vou saber nao mais amar!
Hoje, depois das palavras que disseste, finalmente cai em mim, e vi que quando se gosta mesmo nao se diz o que disseste, e se tens que dar nós nas pontas soltas, eu acabo de dar o maior de todos, com toda a força que ainda me resta, e nao mais vais ter nós para dar!
Chega de correr a tras de ti, chega de fazer tudo para te agradar, chega...nunca deixarei de ser tua amiga, nunca te virarei as costas a um problema teu,mas agora será apenas e apenas mesmo como amiga.
Os dias vão custar a passar, vai duer muito, mas tudo passa e nao ha melhor remedio que o tempo! Esse tempo que te troxe até mim e que te vai fazer viver o suficiente para poderes aprender a lhe dar valor.
Tenho muitas saudades, eu tenho muitas saudades do tempo que passou, eu tenho mensagens tuas guardadas no telemovel do primeiro dia que falamos, eu guardo na memoria palavras ditas, eu guardo no peito risos e coisas nossas, sim eu guardo e sim eu tenho saudades!
Mas tu mudas-te, e vais mudar muito mais, és tão linda, és tão pequenina ainda, e vais ver que nem sempre as coisas são como queremos que sejam!
Talvez um dia, quem sabe, talvez um dia tu e eu nos voltemos a encontrar na "praça de camões, ao pe da mulher dos gelado, ou nos armazem dos chiado" talvez daqui a dia tu me procures para tentarmos mais uma vez, ou talvez daqui a dias eu nao aguente mais de saudades e tudo volte ao mesmo, ou talvez seja tudo melhor e diferente. Mas nao julgues que vou deixar de te amar, apenas vou dizer que sim que ja nao o sinto, que tudo passou e que somos so amigas, e tudo pode entao dar certo como tu queres que dê.

Apeteceu me escrever tudo isto para tentar lavar a alma, tentar nao chorar mais, tentar te dizer tudo o que tu ja tas farta de ouvir e que ja sabes de cor.Apeteceu me pura e simplesmente, porque ja ninguem me consegue aguentar, porque me sinto so num mundo cheio de gente, e porque me sinto carente e com falta de amor.Apeteceu me apenas e só isso!!!!!!

terça-feira, 4 de setembro de 2007


Hoje estou daquele jeito que so da vontade de ibernar!

Ando tão carente, sinto falta de algum amor na minha vida, não é que náo o tenha, claro tenho pessoas que me são muito queridas e tal, mas sinto falta de alguém que faço do meu mundo o seu mundo, alguem que se deite a pensar em mim e que acorde comigo no pensamento!

Sinto falta de paixão correspondida, sinto falta de desejo, de jogos de sedução, sinto talta de alguém do meu lado para me dar carinho e dizer que sou a pessoa mais importante do mundo para ela. Sinto falta de disso tudo!

segunda-feira, 3 de setembro de 2007

-Uma mesa de seis metros atulhada de papeis..

-A sensação que tudo me ta a fugir das mão!

-Sim eu sei que é isto que quero, e sei que já por diversas vezes disse que o fazia,mas agora que está mesmo a acontecer tenho o meu mundo de pernas para o ar!

-Não consigo viver estes proximos dias a ver que o que demorou anos a conseguir me está a fugir, o meu trabalho esta a passar para outras mãos e eu assim quis.

-Ao chegar hoje ao trabalho vi que tudo ja se adaptou a minha saida sem eu sair, e tudo ja faz como se eu cá nao estivesse, nao consigo aceitar! Sim eu sei, a minha vida vai mudar, mas supostamente esta gente devia ter mais calma, ja me interraram sem eu morrer????????????

-E pior que tudo é que ninguem pergunta como se faz as coisas, então fazem á maneira deles mesmo estando errado.
- Não me mentalisei ainda que vou embora e deixar para tras, tudo isto!
tenho a cabeça as voltas o peito apertado e um grande nó no estomago!!!!

domingo, 2 de setembro de 2007

-Talvez daqui a 13 dias eu ja saiba o meu furutu mais proximo, talvez ja estaja a fazer planos ara a minha nova vida, ou talvez esteja so a desesperar por continuar tudo na mesma!
-Chega alturas na nossa vida em que temos que nos separar finalmente dos nosso pais, como alguem me disse a pouco tempo "cortar o cordão umbilical".
-Há varios anos que desejo sair de casa, ganhar independencia, sair para poder ter saudades, mas as coisas nem sempre correm da melhor maneira e a oportunidade tem sido adiada
-Agora que estou a 13 dias de saber, tenho um nó no estomago e um aperto no peito! Poderei ir finalmente sair de casa, ter as mihas coisas, nao ter hora para chegar e ate mesmo nao ter que iformar ninguem onde estou e com quem estou, será isto mesmo a minha liberdade
-Onde estão as regras que gosto de quebrar? Onde estão os limites para eu poder ultrapassar?
-Será mesmo isto que quero?

-Sim é!
-Vou para a faculdade que gosto, vou lutar pelo meu futuro e vou quem sabe também a procura de um nova companhia.
-Não posso negar que há sitios que eu gostava de entrar por outros motivos para alem do estudo, mas mesmo nao entrando para la, nao vou desestir!
-Posso levar algum tempo, mas vou saber esperar, e a pessoa em questão sabe que estarei aqui para o que der e vier!

-Hoje estou assim, meio atrofiada, talvez seja do calor brutal que está la fora..
-Retiro-me...

sábado, 1 de setembro de 2007

sexta-feira, 31 de agosto de 2007

À PRIMEIRA VISTA

-O coração parece que queria saltar para fora do peito, com o aproximar da hora! A praça continha gente que vagueava, outros estavam sentado simplesmente a descansar, mas eu tava ali a espera dela..nao sabia ao certo a direção que ela trazia, mas sabia apenas que subia na minha direção.
Por muito que outros olhos a procuracem, foram os meus que a encontraram...ali tava ela, a subir a rua, de mão dada a namorada, o meu coração ficou apertadinho mas eu ja sabia que assim ia ser!
Estava finalmente a ve-la, a meses que esperava poder olha-la por completo, e finalmente ela estava ali a minha frente. Senti me uma adulexente, senti o sangue a correr me nas veias como ja nao corria a muito tempo, o meu coração bateu ainda mais acelerado, e uma voz me disse : - tem calma!
Calma, era o que eu nao podia ter naquele momento, horas antes tinhamos brigado e eu ja tinha perdido por completo as esperanças de a ver, mas agora tudo tiha mudado, ela tava ali, e tava linda!
Vestia um vestido preto,meio tranparente aos meus olhos, e adivinhei que por de baixo so podia ter roupa interior preta também.A presença da namorada prendeu-me a terra e nao me deixou aproximar, sabia que ao faze-lo estaria a estragar tudo, segurei-me com todas as forças que encontrei, mordi um labio e disse baixinho: - ela é linda!
Mais tarde sentei-me ao lado delas duas, de frente para ela, consegui observar todos os promenores do seu rosto, a maneira de falar, de rir, desejei estar ali a ouvir tudo o que ela tiha para me dizer, desejei ser por momentos o outro corpo que a estava a tocar, desejei ser os labios que a beijavam...
A imperial que bebi sem tomar o gosto fez me tremer cada vez que a via, ela tava linda. Mas o tempo estava a correr e por muito que eu quisesse para o relogio ele nao parou, ela levantou-se e saiu, e fiquei triste, a minha vontade era correr a tras dela e dizer tudo o que guardo so pra mim, dizer que estava feliz por a ver, dizer que valeu a pea so para a ver, mas nao o fiz e deixei-a ir.
Ja no caminho para o metro, e desta vez sem poder imaginar que a tornaria a ver, cruzamo-nos nas escadas rolantes e nao sei como mas a minha mae permaneceu imovel à vontade de a tocar so para ela me olhar e sorrir.
Deixei-me levar pela razão e nao o fiz, continuei em frente e nao mais a vi!
NO caminho de regreço o meu coração chorou, mas la no fundo sei que ele tava feliz , ja a tinha visto, tinha valido a pea todos aqueles quilometros.
É um facto, estou apaixonada, mas sei que está errado, entao esta amor que trago vai ser vivido como o dia de ontem, sem uma palavra e so atravez do olhar. É minha amiga, é o meu prto de abrigo, aquela com quem tenho vontade de partilhar tudo, e nao vai passar disso, vou guarda-la assim linda como é, mas guardo-a so para mim.
Tu és e minha amiga e troco o meu amor pela tua amizade, vou saber viver assim pois sei que ha sentimentos que estao guardados e que so nós sabemos que eles existem.

ADORO-TE como se adora uma AMIGA, mas amo-te como se AMA uma MULHER

Never Be The Same Again

Ora bem, para inicialisar este novo blog fui buscar a letra de uma musica, ta traduzida, admito que gosto mais dela na versao original, mas a ideia está aqui e hoje sinto-me assim..







Sempre que te ligo
Quando as coisas dão errado
Tu estas sempre lá
Tu é o ombro em que posso chorar
Não acredito que demorei tanto tempo
Para dar o passo proibido
Será que vou me arrepender

Vamos lá, vamos lá
Quem não arrisca nada ganha
É tu
Um coração solitário
Que não pode ser domado
Vamos lá, vamos lá
Espero que tu sintas o mesmo
Há algo
Que não posso esquecer

Achei que pudéssemos ser amigos
As coisas nunca serão as mesmas de novo
É só o começo
Não é o fim
As coisas nunca serão as mesmas de novo
Já não é mais um segredo
Agora que abrimos a porta
De hoje em diante
Nunca seremos
Nunca mais seremos os mesmo de novo

Agora sei que antes
Éramos mais próximos
Que bom que percebi
Que ainda preciso de ti
Não importa
O que os outros possam dizer
É algo meu e teu
E nós nunca mais seremos os mesmos de novo

Achei que pudéssemos ser amigos
As coisas nunca serão as mesmas de novo
É só o começo
Não é o fim
As coisas nunca serão as mesmas de novo
Já não é mais um segredo
Agora que abrimos a porta
De hoje em diante
Nunca seremos
Nunca mais seremos os mesmo de novo

Nunca mais seremos os mesmos de novo

Noite e dia
De areia preta à argila vermelha
Dos EUA a Inglaterra
De NY a LA
De calçadas a estradas
Nunca será mais o mesmo
O que estou dizendo
A minha cabeça não tinha mudado
Até que tu a modificaste
Mas ás vezes
Parece totalmente proibido
Descobrir estes sentimentos
Que aceitamos tão bem
Onde não há competição
E tu te submetes a minha condição
Mesmo que improvável
Não é impossível
Para um amor
Que não pode ser detido
Mas espera
Há uma linha tênue entre
A sina e o destino
Tu acreditas nas coisas
Que tinham que acontecer?
Quando tu me contas histórias
Da tua busca por mim
Pitoresco é o quadro
Que tu pintas sem esforço
Conforme nossa energia se mistura
Começa a se multiplicar
Situações do dia-a-dia
Começam a se simplificar
Então, as coisas nunca serão
As mesmas entre eu e tu
Misturamos a nossa força de vida
E agora estamos unificados

Achei que pudéssemos ser amigos
As coisas nunca serão as mesmas de novo
É só o começo
Não é o fim
As coisas nunca serão as mesmas de novo
Já não é mais um segredo
Agora que abrimos a porta
De hoje em diante
Nunca mais seremos os mesmos de novo

Nunca mais seremos os mesmos de novo